terça-feira, 16 de julho de 2013

Um corre, corre.

Um "entra" e "sai".

Este que reúne com aquele, e vice versa.

Este que diz que assim é que é.

Outro que diz que assim deveria ser.

Outros que não dizem isto nem qualquer outra coisa.

Eles fala, falam, falam, falam.

Nós?
Exaustos!

Nós já não ouvimos nada!
E tudo isto, todo este frenesim,  por uma boa causa:
a salvação nacional




Porque merecemos paz, ouçamos!


15 comentários:

  1. A troika nacional está reunida de novo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E o resultado é?...
      Penso que todos "adivinhamos"!

      Eliminar
  2. Que leveza e delicadeza de mãos! Pareciam penas, que mal tocavam nas teclas do piano...Gostei muito!

    Obrigada, GL, por este momento tão belo e sereno!

    Beijinho grande.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que gostou!
      Penso que vale a pena ouvir/ver a execução de Valentina Lisitsa.
      Estamos tão carentes de paz e ânimo, mas tão carentes!...

      Beijinho.

      Eliminar
  3. Paz e que não nos tomem por parvos. O cansaço é, de facto, muito grande.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tudo leva a crer que se esqueceram da finalidade do "negócio".

      Eliminar
  4. Virá o dia em que -finalmente- vão parar!

    ResponderEliminar
  5. E nós à espera do Salvador, que tarda em chegar!
    Um beijinho e esperança.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei se chegará a tempo!...

      Beijinho.

      Eliminar
  6. Querem-nos fazer crer que a salvação nacional é a preservação de uma minoria. E nós deixamos?

    Beijo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sensação é que deixamos tudo, aceitamos tudo.
      Em sintese? O sentirmo-nos acassados, ludibriados, rouba-nos as poucas forças que tinhamos.
      Este não é o presente que sonhei, assim como não será o futuro que projectwi.

      Beijinho

      Eliminar
  7. AC

    "acossados" e " projectei", como é óbvio.
    As minhas desculpas.

    ResponderEliminar
  8. Como já disse antes:
    - Pois...

    Obrigado pelo momento musical. Julgo ter sido a primeira peça musical que consegui identificar, em criança. Boas recordações

    Abraço grande

    ResponderEliminar