quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Sobrevivente, mas a custo!

Meu Deus, quanto trabalho dá fazer uma mudança de casa!
 
E desarruma-se, e seleciona-se, e embrulha-se, e...?
E compra-se. E escolhe-se isto, e aquilo, e mais aquilo.
E o "monte" cresce na proporção inversa do anterior.
 
E são as caixas, ou demasiado grandes, ou demasiado pequenas.
E é o plástico das "bolinhas" que acaba quando já não há possibilidade de ir comprar mais.
E é mais uma paragem, mais um interregno.
E...?
E...?
E...?
 
E é a exaustão.
E é o sentimento de estar à beira de um ataque de nervos.
E é a vontade de adormecer com a certeza de que no dia seguinte já estará tudo nos seus devidos lugares.
E levantamo-nos, e tudo continua ali.
 
E tive que fazer uma trégua.
E tive que descansar olhando algo que transmitisse sossego, paz.
 
 
 
Bom fim-de-semana.
 

20 comentários:

  1. Ouvi dizer que o plástico das "bolinhas" era anti stress...

    Abraço grande e bom fim-de-semana ( à quarta?)


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anti stress? Não dei por nada, ou por outra, penso ter o efeito contrário...

      Como vê, receando não ter oportunidade de voltar aqui ainda esta semana, antecipei os votos de bom fim da dita.
      Entendeu, caro "anónimo"?

      Desculpe. A sua madrinha tem mais afilhados?!...

      Abraço grande.

      Eliminar
    2. Abraço grande

      Ricardo

      ( a minha madrinha tem-me só a mim, não precisa de outros afilhados, adora os meus abraços)

      Eliminar
    3. Olá Ricardo,

      Óptimo!
      Imagine que a sua madrinha tinha decidido dar o mesmo nome, "Anónimo", a todos... :):)

      Abraço grande.

      Eliminar
  2. GL,
    O cansaço é grande mas é motivador decorar um novo espaço.
    A flor para repousar a vista é linda a valer. Amarelo, cor do sol, vai trazer muita felicidade a esta nova casa. :)))
    Beijinho e bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana,

      Motivador é, cara Ana, mas o cansaço?!
      Sabe o que me dá alento? Pensar no "depois", no resultado final. Aí, encho e peito de ar e vou em frente.
      Obrigada pelas suas palavras amigas. Espero que a nova casa represente um virar de página, uma nova etapa da vida :):)

      Beijinho.

      Eliminar
  3. "Bom fim-de-semana", já?!...
    Quer-me parecer que se trata de mudar de "palácio".
    :) :) :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, já! E se não tiver oportunidade de voltar aqui antes? Gosto de "jogar" por antecipação, só isso!

      Juro que não se trata do Palácio da Ajuda ou similar :):):)

      Beijinho.

      Eliminar
  4. É o que me espera em Setembro, mesmo sem mudar de poiso...
    Arrumações que deviam ter sido iniciadas há anos !
    É certo e sabido que quando deito fora ( ou dou )qq coisa, logo na semana seguinte constato que muita falta me faz !
    Qual a solução ?

    Um beijo ( mas não me peças ajuda !...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pobre João! Nem imaginas o quanto te lamento...

      Diferimos numa coisa: o que deito fora (para já!) não me faz falta NENHUMA. Nesta altura o que quero é ver-me livre de coisas que nunca uso, que só ocupam espaço. Já viste quanta inutilidade juntamos?!

      Não ajudas, não? Nem só um bocadinho? Logo vi!!!

      Beijinho.

      Eliminar
  5. Veja o lado positivo. Mas sim, é, sem dúvida a maior das canseiras... Aproveite e redesenhe os espaços e lugares :9

    beijinho amigo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Lobinho,

      É isso que estou a tentar fazer, mas...?
      No dia em que tiver tudo arrumadinho, tudo nos seus respectivos lugares, como gosto, como idealizo, penso que faço uma festa.

      Beijinho, Amigo.

      Eliminar
  6. Imagino como está cansada...
    Muitas felicidades no novo espaço!
    Que lhe traga muitas e muitas alegrias!
    Gosto de decoração e organização de espaços? Eu gosto muito. Ideias giras que tenha e queira partilhar aqui, a seu tempo, vou gostar. Vou, vou...;-)
    Beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acredito que sim, até porque conhece bem esta experiência!
      Gostar, gosto, mas se quer que lhe diga francamente não sou muito criativa. Tendencialmente coloco tudo mais ou menos como estava, o que, diga-se em abono da verdade, não tem grande graça. Desta vez estou a tentar modificar algumas coisas, vamos ver se resulta.
      Obrigada pelos seus votos, obrigada pela disponibilidade na ajuda.

      Beijinho.
      P.S. Nem tenho passado pelo "Canal". Não é que sinto a falta?!

      Eliminar
  7. Essas alterações deixaram-me curiosa.... ;-) As mudanças trazem sempre um pouco de renovação e lufada de ar fresco, não é? :-) Apesar de muito cansativas... Eu ainda tenho caixas de coisas miúdas por abrir...Beijinho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Sandra!

      Prometo que no fim mostro um bocadinho...:):):)
      Uma das ideias, (que não a essencial, como é lógico!) é mesmo essa. Renovar/inovar!
      Inovar no sentido de fazer algo novo, de concretizar projectos adiados.

      Não sei há quanto tempo reside aí, mas ainda com coisas guardadas?! Como o tempo não chega para fazer tudo em simultâneo, por favor, continue a considerar prioritário o seu tão agradável jardim.

      Beijinho.

      Eliminar
  8. As mudanças levam-nos a comportamentos ilógicos. Pelo menos a minha experiênca assim o diz.
    Primeiro descobrimos que temos coisas a mais. Sempre há coisas a mais.
    Depois, acabamos por comprar ainda mais coisas. Porque nos novos espaços "precisamos" disto, ou daquilo...
    E às vezes, as novas aquisições determinam outras!
    (Esta é uma afirmação de experiência feita)

    Boa sorte! Na nova casa. E na manutenção de um olhar lúcido, que sendo sempre preciso, Há ocasiões ainda mais necessitadas dele.
    :)

    Beijinho


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem razão, se tem!
      Acabei de viver, há horas atrás, essa experiência.
      Optei por não levar uma estante porque era grande, porque ocupava muito espaço, porque tinha decidido arrumar/organizar os livros de outra forma (nem que isto fosse igual à necessidade de um espaço menor!...).
      Feita a escolha, concluí, estupefacta, que as medidas eram as mesmas da anterior, o que significava que em termos de espaço, ficaria tudo na mesma. Depois de alguma hesitação avancei com a compra. Agora, horas volvidas, e olhando tudo isto com o tal olhar lúcido, concluo que os argumentos anteriores não passavam de falsas justificações. O que me apetecia mesmo, o que o subconsciente me impunha era a mudança, era a necessidade de arranjar um "trampolim" que me abrisse outros "horizontes".
      Conscientemente, que coisa ridícula, esta!...

      Obrigada pelos seus votos.

      Beijinho.

      Eliminar
  9. As mudanças de casa são sempre muito cansativas, mas têm o seu lado positivo, pois por vezes é preciso renovar o nosso espaço e recriar a nossa vida, partindo de malas e bagagens para uma grande aventura, noutras paragens.
    Que encontre na nova morada a renovação que necessita para se sentir ainda mais feliz.
    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que no fim, quando estiver tudo arrumado e organizado, me regozije com o esforço. É que, de facto, é uma imensa canseira!

      Obrigada pelos seus votos.

      Bom Domingo.

      Beijinho.

      Eliminar