quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Presente!

De vez em quando "fujo". Não, não é para parte incerta!...
Desapareço porque o tempo escasseia, apenas e só isso.
Fazem a gentileza de me perdoar?

A oferta da belíssima interpretação de Cristina Braga, no seu "Trenzinho do Caipira", vai (assim espero!) minimizar a penitência que me vão impor.

 
Não a conhecia. Cheguei até ela pela mão da Helena, do blog: "Um Inverno em Lisboa".
 
Obrigada, Helena!
 
E a "penitência" vai diminuir quando vos mostrar o que avisto da(s) janela(s) da minha nova casa.
À noite, é uma verdadeira maravilha!
 
 
Gostam?!...

Calatrava, e um dos seus magníficos trabalhos.
 
 

23 comentários:

  1. Claro que "olhares" assim só podem ser lúcidos...
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estes? São gratificantes, muito gratificantes!:)

      Eliminar
  2. Adorei! Gosto muito da Estação Oriente. No ano passado, andei a passear por aí com a minha comadre e as minhas afilhadas.
    Beijinho e parabéns pela nova casa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma zona toda ela muito agradável.
      Estamos perante um exemplo de como bem utilizar os dinheiros públicos.

      A casa nova? Ui, que feliz estou com ela!:)

      Beijinho.

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Se o ambiente ajuda na lucidez!...

      Beijinho.

      Eliminar
  4. Perdoadíssima !!!
    Vista asssim, não tenho !
    Quero ver que partido vais tirar desse privilégio...

    Um beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lindo, tu, João! Por me perdoares, claro!

      Queres melhor privilégio do que acordar e ver, num raio de mais de 180 graus, o meu tão amado Tejo? Ver, não só a obra magnifica de Calatrava, como muito outros espaços extremamente agradáveis?:)

      Beijinho.

      Eliminar
  5. Estás semi perdoada!

    A paisagem? És uma privilegiada!

    Um abracito

    R

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah! Só semi?!
      Já percebi! Mas, caríssimo Anónimo (já viu a maiúscula? Pois, o respeito...), a inveja é um sentimento muito feio, diria até, pernicioso.
      Gostava de ter esta paisagem magnifica? É normal, mas meu Caro, a vida é mesmo assim!
      Quem sabe, um dia?!... :)

      Para que conste.
      Abracitos não aceito. Ou me dá um abraço forte, Amigo, ou então...

      Abraço grande, grande.

      P.S. Como vê, sou generosa.

      Eliminar
    2. Só semi, porque sabe-se lá porquê, eu não gosto de harpas, mania minha!
      Quanto à paisagem és privilegiada sim, mas não tenho inveja, só desejo que saibas sempre ver com aquele olhar que caracteriza este blog e eu fico muito feliz!

      Abraço grande

      Eliminar
    3. Ora aí está uma coisa que gostava de perceber. Eu, claro!
      Não gosta de instrumentos de cordas? Então?
      Sim, sei que é diferente, mas é tão, mas tão bonita música o o som da harpa!
      Para além do instrumento em si, repare no executante. Há tanta leveza, tanta beleza naquelas mãos. Dedos que dançam, que arrancam acordes.

      Um convite? Ouça atentamente a interpretação de Cristina Braga. Feche os olhos e ouça, apenas. De seguida, olhe o movimento das mãos, a expressão do rosto e, num processo gradual, como que num crescendo, verá a entrega, corpo e alma, por inteiro.
      Se, após este exercício não se "reconciliar" com a harpa, caro Amigo, lamento informá-lo, mas é um caso perdido.

      Bom fim-de-semana.

      Abraço grande, grande.

      Eliminar
    4. As minhas desculpas pelas gralhas do texto!:)

      Eliminar
  6. GL,
    Uma vista magnífica sobre a estação e o rio. :))

    Todavia, devo dizer que a beleza da estação é um desconforto no Inverno. Belíssima mas nada prática.

    Desejo felicidades na nova casa e muita luz como esta que aqui vemos. :))
    Beijinhos e obrigada por este presente. :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ana,

      Sem dúvida! O nosso amigo Calatrava esqueceu-se que o Inverno é uma realidade. É caso para dizer: "não há bela sem senão"!

      Agradeço os seus votos.
      Neste momento, enquanto escrevo, de vez em quando levanto os olhos e olho o meu tão amado rio. E é uma paz, uma tranquilidade, uma sensação de sossego indescritíveis.:)

      Bom fim-de-semana.

      Beijinho.

      Eliminar
  7. grato pela partilha!

    ... e pela presença amiga.

    beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A partilha faz parte do meu modo de estar no mundo.:)

      Eliminar
  8. Está mais que perdoada e não precisa de se penitenciar pois esta vista da Estação Oriente, à noite, é fabulosa! Adoro esta zona do Oriente. Parabéns pela nova casa e felicidades.
    Bom fim-de-semana com olhares bem lúcidos sobre o seu amado rio!
    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Maria Eduardo!
      De facto esta zona é muito agradável.

      Beijinho

      Eliminar
  9. ...e por vezes basta estar assim, só com música e contemplação, para nutrirmos a alma...

    bjo amigo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso estarmos em sintonia. Afinal, é necessário tão pouco para sermos felizes!

      Beijinho, Amigo.

      Eliminar
  10. Um local cheio de luz e especial.

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um espaço, cuja finalidade primeira é a partilha.
      Obrigada pela vinda até aqui.

      Abraço.

      Eliminar