quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Recordando...


Maria Helena Vieira da Silva, um nome, uma Mulher, uma referência no mundo da Arte.
 
 
De sua autoria, saliento a magnífica:
História Trágico-Marítima (ou Naufrage), de 1944
 
 
Complementaridades. 
 

 
O "meu" amantíssimo Mar!
 
SEMPRE!!!!
 
 

10 comentários:

  1. Gosto imenso desta interpretação da Dulce Pontes. Muito, mesmo. Obrigada por este mimo, GL. :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que gostou!:)
      É uma daquelas interpretes que nunca me canso de ouvir.

      Beijinho.

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Sem dúvida! Daí o meu prazer em partilhar.

      Beijinho.

      Eliminar
  3. Gosto muito desta tela de Vieira da Silva e estava muito bem na expsoição da Gulbenkian sobre os mares.
    Beijinho. :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lindíssima, Ana!
      Estamos perante uma obra onde não cabe a exclusão. O difícil é selecionar "uma" tela, "a" tela.

      Beijinho.

      Eliminar
  4. É lindo! Também gosto muito da Biblioteca!
    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Maria Eduardo!

      Igualmente bonita, sem dúvida. A dificuldade, ou melhor, a impossibilidade, é selecionar UMA.

      Beijinho.

      Eliminar