quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Aconchegos, sonhos.

Desde sempre que os coretos me deslumbram, me fascinam de forma irremediável.
 
Quando na presença de qualquer um, páro e admiro, quer a singeleza, quer  o requinte que eventualmente o caracterize. Há qualquer coisa de mágico em todos eles.
E imagino a banda que toca.
E imagino pessoas que dançam, que rodopiam felizes ao  som de uma qualquer música, ela também imaginária.
Criancices, dirão. Que importa isso?!
 Pobres de nós quando deixarmos de sonhar!..
 
Assim, uma amiga que muito prezo, sabendo deste meu fascínio, teve a gentileza de me enviar estas belas fotografias, por si tiradas, durante as férias.
 
Ei-las.
 
 

   
 Não são lindos?!

Obrigada, Amiga.
Obrigada  pelo "miminho", pela partilha.
 
 

13 comentários:

  1. Ainda retenho na memória o som que vinha do coreto da minha infância.

    ResponderEliminar
  2. São de Espanha estes coretos?
    Acho graciosos pelo que podem oferecer.
    Beijinho. :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exatamente, Ana!
      O primeiro de Acalá de Henares, e o segundo de Arévalo.
      Uma delícia, qualquer deles.

      Beijinho. :)

      Eliminar
  3. Amiga da ana, a escrever sobre coretos?
    Fiquei logo preso.
    Quando era muito mais novo, a minha primita adorava que eu fosse com ela, o avô, a mãe, ao coreto que havia no parque central na Figueira da Foz.
    Lembrei-me logo desses momentos quando li este seu post.
    E passo a seguir atentamente o seu blogue.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, principalmente por partilhar do fascínio pelos "meus" coretos!:)
      Há recordações que ficam, que nos marcam, e que são tão gratas!...

      Fica por aqui? Óptimo!
      Sabe que já tenho visitado - ainda que sem comentar! - várias vezes o seu espaço? E a "mão" que me levou até lá foi a mesma: a Ana.

      Abraço.



      Eliminar
  4. Olá "GL",

    É bom receber miminhos, é bom saber que se lembram de nós e saber que guardam na memória as pequenas coisas que nos fazem felizes. Abraço a si e à sua Amiga por este gesto bonito ( Simpatizo com coretos, com bandas nem por isso, que quer? são manias:))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, caro Anónimo,

      Miminhos? Quem não gosta?!
      De facto, é sempre extremamente gratificante sabermos que alguém, por vezes pessoas que nem conhecemos, como neste caso, se lembram de nós. É bom, aquece a alma, reconcilia-nos com o mundo, um mundo que, cada vez mais, nos desencanta.

      Diga-me lá (se assim o entender :)), o que é que tem contra as bandas, ou melhor, se essa antipatia é extensível a TODAS as bandas. Amigo, é que há bandas e bandas!...

      É mania? Então é grave!!!

      Ups, vou-me embora!

      Abraço grande.

      Eliminar
  5. Uma das minhas recordações de infância: escutar as bandas no coreto. Saudades! :-)
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  6. Saudades envoltas num misto de fascínio. Que bonitos são!

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  7. Olá GL
    São de facto muito bonitos esses coretos. E, pelo que significam (aqui) de partilha, ainda se tornam mais bonitos!
    A blogosfera tem (também) destas coisas, que a enriquecem e nos enriquecem.

    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Helena,

      Como sabe a partilha é uma das minhas bandeiras, logo, quis partilhar esta gentileza com todos vós.
      Há coisas boas na blogosfera, sim!

      Beijinho.

      Eliminar
  8. São muito bonitos. São obras de arte que me encantam, também. Tenho muitas fotos de coretos e já postei alguns, pois não lhes resisto!
    Obrigada pela partilha.
    Um beijinho

    ResponderEliminar