domingo, 24 de novembro de 2013

Rui Pedro, sempre!


Se há imagens que nunca nos abandonam, a da Mãe do Rui Pedro é uma delas.
Estamos perante a imagem de uma Mulher que é a personificação do sofrimento. Há qualquer coisa de grandioso naquela Mãe, naquela busca sem fim, sem tréguas, sem descanso.
Que imenso respeito tenho por Ela!
Por isso, porque todos, (creio), conhecem este drama, não hesitei em postá-lo quando vi o apelo na blogosfera.
Aqui fica.
 
É o mínimo que posso(emos) fazer!
 
 
  
RUI PEDRO NÃO DEIXES MORRER A TUA MÃE. SE VIRES ESTA MENSAGEM A TUA MÃE SOFRE TERRIVELMENTE NÃO TE ESQUECE!!! POR FAVOR CONTACTA-A. OBRIGADA A TODOS QUE REENCAMINHAREM. ESTA MÃE NÃO DESISTE. QUE GRANDE MÃE... RUI PEDRO Esta mensagem é um dos métodos a que a mãe do Rui Pedro tem recorrido para que a ajudem a encontrar o filho, já que as autoridades Portuguesas têm deixado arrastar este caso há já nove anos. O mínimo que podemos fazer é reenviar esta mensagem para os nossos contactos na esperança de que um dia ela venha a dar os seus frutos. Por favor divulguem esta mensagem junto dos vossos contactos nacionais e internacionais.
Só se pede que reencaminhem. E já será uma grande ajuda, quiçá toda a ajuda necessária. Vamos inundar o mundo com este e-mail. Esta mãe já merecia melhor desfecho. A MÃE DO RUI PEDRO NÃO DESISTE impossível não reencaminhar!"

16 comentários:

  1. É uma procura dramática de uma mãe mãe. Também sempre tive imenso respeito por ela e o caso já se arrasta há demasiado tempo mas existem, por vezes, finais felizes. Esperemos que este seja um deles.

    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O regresso/aparecimento do Rui Pedro ia muito para além de um final feliz.
      Continuo a rezar, por ele, a quem tudo foi roubado, pela Mãe que viu roubado o seu bem mais precioso.
      Curvo-me, perante aquela Mulher, num profundissimo respeito.

      Abraço.

      Eliminar

  2. Esta MÃE é um monumento à dor de todas as mães. Não imagino como se deita e levanta, porque, se fosse, comigo, já teria enlouquecido há muito. Que Deus a abençoe e lhe minimize o sofrimento.

    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Laura,
      Sem dúvida! Por muito que pensemos compreender aquela dor, ela vai muito para além de tudo o que possamos imaginar. A figura, o rosto, o todo daquela Mulher, é a imagem clara do sofrimento.
      Que Deus a ajude, sim.

      Beijinho.

      Eliminar
  3. Pobre Mãe! Esta Mãe merecia a maior recompensa do mundo: O regresso do seu amado e querido filho.
    Vou divulgar este apelo por todos os meus contactos nacionais e internacionais na esperança de que as nossas mensagens na blogosfera venham a produzir os frutos que todos também desejamos: O regresso do RUI PEDRO!
    Um beijinho para si

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Maria Eduardo!
      Se conseguissemos contribuir para devolver o menino à sua Mãe, que felizes ficariamos.
      Tentemos, com as únicas armas que possuimos.

      Beijinho.

      Eliminar
  4. Como é que se pode pedir a uma mãe que desista de um filho?? :((
    Boa semana!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A esta Mãe em concreto, é impossível. A sua vida, desde o desaparecimento, tem sido uma autêntica cruzada no sentido de o reencontrar.
      Quanto sofrimento!

      Abraço.

      Eliminar
  5. Nunca haverão palavras para consolar a perda de um filho!
    Nunca haverão palavras que consolem...o coração desesperado de uma mãe!
    Mas que hajam palavras que encaminhem no sentido de reencontrar...quem se perdeu!
    Que DEUS abençoe este menino e quem muito o ama!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A dor da perca de um filho é qualquer coisa de inimaginável para a maioria de nós.
      Rezo para que esta Mãe volte a ter no colo o seu menino, o menino que a mantem de pé.

      Eliminar
  6. Quando uma criança cai nas teias da pedofilia, nunca mais se consegue libertar.
    A mãe vive na esperança do reencontro, já nada mais lhe resta, apenas uma grande dor.
    Dramática esta história.
    Força para a mãe e para o filho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aí está uma coisa que não compreendo! Enquanto crianças é óbvio que nada podem fazer, mas quando atingem a adolescência, a idade adulta, que máquina infernal é aquela que os mantem prisioneiros?

      Gostei de a/o ter por aqui.

      Eliminar
  7. Há convicções e sentires completamente indomáveis!
    Para a mãe do Rui Pedro o meu incondicional respeito e admiração.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O amor de Mãe não é indomável, vai muito para além disso. É incontrolável, único, imenso.
      Partilho do seu respeito e admiração por esta MÃE coragem.

      Eliminar
  8. Uma dor única apesar de partilhada.
    Aqui fica a minha solidariedade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Todos os que temos acompanhado este verdadeiro calvário só podemos partilhá-lo.

      Eliminar