sábado, 21 de dezembro de 2013

É NATAL!

Por isso, porque diz quem sabe, ou melhor, quem é crente, quem acredita na justiça social, que o Natal é tempo de fraternidade vs solidariedade.

Não quero.
Que a solidão marque presença, seja onde for.
Uma criança com fome, nem de pão nem de afectos.
Homens e Mulheres, vazios e perdidos.
Velhos abandonados, aí, num qualquer canto.
Jovens castrados de esperança.

Não quero.
Uma mesa sem pão.
Uma casa vazia, esventrada/despojada sem dó.
Homens e Mulheres roubados num dos seus direitos mais sagrados: o direito ao trabalho.
Homens e mulheres espoliados na sua dignidade.


 
Não quero.
A pobreza, num crescendo.
A miséria, num crescendo.
O desespero, num crescendo.
 
NÃO ACEITO ESTA IGNOMÍNIA!!!

Queria.
Que soubéssemos perdoar.
Que ensinassem como é isso possível.

Para todos, um ABRAÇO!
 
ESTOU CONVOSCO, COMUNGO DO VOSSO DESESPERO!
 
 

28 comentários:

  1. As suas palavras tocaram-me profundamente. A música foi muito bem escolhida.
    Beijinho e Feliz Natal com dignidade e humanidade. :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que será de nós se até a alma perdemos?!
      Feliz Natal.

      Beijinho.

      Eliminar
  2. Sabe, eu quero que tudo melhore, mas acho que posso trabalhar para que isso aconteça. Espero que o mundo melhore e não posso perder a esperança, ela, a esperança é a única coisa que um romá tem.
    Mas de fato, espero não perder a capacidade de me indignar, mas acredito que perdoar certas coisas me é impossível....perdoar a Itália, a França e a Inglaterra, por condenar nossas crianças, por negar a possibilidade de um futuro melhor. Mas não posso odiar a todos por lá, existem pessoas boas...por isso minha opção é tentar nascer todos os dias, um dia de cada vez e tentar fazer acontecer.

    Quem sabe um dia o natal aconteça todos os dias.

    bjs meus e nossos

    Então o que desejo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não se pode perder a esperança, dizem bem, só que por vezes é tão difícil mantê-la!
      Indignar e perdoar são coisas distintas. Se não nos indignamos, como agimos?
      Os exemplos que dá sobre o procedimento da Itália, França e Inglaterra relativamente às vossas crianças, podem ser perdoados? A minha tolerância ainda não me atingiu esse patamar.

      O segredo, que conduz à mudança de mentalidades, pode estar nesse "fazer acontecer". Mas que difícil tarefa, a vossa!

      Não vos desejo força, já percebi que a têm de sobra!

      Beijinho.

      Eliminar
    2. Penso que perdoar é aprender...nunca faremos de conta que os massacres e o holocausto não aconteceram, a maioria das pessoas pensa que perdoar é esquecer. Perdoar é tão simplesmente não fazer igual...não nos curvamos a reis e nem a imperadores. Domarmos a vida na simplicidade e na responsabilidade de cada dia. Lutar sempre.

      bjs muitos

      nosso

      Eliminar
  3. Por vezes a realidade
    ultrapassa a ficção
    Tudo pelo melhor

    Bjs tantos

    ResponderEliminar
  4. Olá GL,

    Posso partilhar as tuas palavras?
    Já vim aqui várias vezes, ler e reler este teu último texto e fico parado nestas frases:
    "Que soubéssemos perdoar.
    Que ensinassem como é isso possível."
    Neste momento ainda não sei se é possível perdoar, mas de uma coisa tenho a certeza, não é possível ensinar a perdoar. Podem-nos entregar as chaves, o que fazemos com elas...entendes o que quero dizer?

    Abraço grande
    (Amanhã venho aqui de novo)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Argos,

      Claro que podes!

      Não sabes, mas eu digo-te.
      Não, não é possível perdoar os atentados que estão a ser cometidos contra a dignidade das pessoas, e a variadíssimos níveis. Partindo desta realidade, com a qual somos confrontados a todo o momento, haverá viabilidade de perdão?
      Penso que não também não saberás responder-me:(

      Abraço grande.

      Eliminar
    2. Olá Gl,

      Desejo-te um Santo Natal, com todo o significado que estas palavras encerram.

      Abraço grande, grande

      Para ti, porque sei que entendes

      NATAL

      Enquanto a chuva
      Escorrer da minha vidraça
      E furar o telhado
      Daquele farrapo de homem que além passa
      Enquanto o pão
      Não entrar com justiça
      Lado a lado
      Mão a mão
      Nem Jesus vem
      Andar pelos caminhos onde outros vão
      Um dia
      Quando for Natal
      (E já não for Dezembro)
      E o mundo for o espaço
      Onde cabe
      Um só abraço
      Então
      Jesus virá
      E será
      À flor de tudo
      O redentor
      Universal
      (Quando o homem quiser
      Será Natal)

      Eliminar
    3. Argos,

      Apenas tenho uma palavra: OBRIGADA!
      Nunca tive esta sensação, tão nítida, da enormidade da palavra, no que a mesma pode conter.
      Se me permites, vou postá-la.

      Abraço grande, GRANDE, para ti, Amigo.

      Eliminar
    4. Desculpa o atabalhoado. Vou postar o comentário, óbvio!;(

      Outro abraço.

      Eliminar
    5. GL;

      Esqueci-me de indicar o autor :(

      Manuel Sérgio (Entre o Nevoeiro da Serra, Lisboa 1961)

      Outro abraço...enorme!

      Eliminar
    6. Obrigada:)

      Abraço grande:)))

      Eliminar
  5. Tudo de bom para si...Um Natal bem gostoso...junto de quem ama!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada!

      Um Natal pleno de afectos, de calor humano.

      Abraço.

      Eliminar
  6. Em perfeita sintonia. É preciso recuperar a esperança.
    Um abraço e votos de Natal Feliz

    ResponderEliminar
  7. A esperança e a dignidade.
    Feliz Natal.

    Abraço

    ResponderEliminar
  8. Deixando um particular beijinho de amizade, e claro, votos de um Santo natal :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Lobinho!

      Votos de Santo Natal também para ti.

      Beijinho, Amigo.

      Eliminar
  9. Também eu, GL. Também eu...
    E espero que muitos e muitas mais!

    Beijo grande

    ResponderEliminar
  10. Por um Natal renovado.

    Feliz Natal, GL!

    ResponderEliminar
  11. A música com esse maravilhoso coro de gestos é muito linda!
    Gostei imenso!
    Continuação de Boas Festas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem -vinda!
      Tambem achei uma beleza.:)
      Optimo 2014.

      Abraço.

      Eliminar