quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Mãe. Afectos, amores.

Almoço de aniversário.
Felizes, partilhámos, a celebração de mais um ano de vida de um Amigo.
Á sua volta - para além do grupo de amigos - a mulher, os filhos, os netos, a Mãe.

Conversas, risadas, recordações, partilhas, comunhão. Comunhão num percurso que todos nós partilhámos.
Momentos bons, estes!
 

Pintura de Salvador Dali
 
Todos felicitámos a Mãe de forma muito especial. Nos seus 90 anos, a cada felicitação, um sorriso de orgulho. A determinada altura, alguém lhe diz, baixinho, como que num segredo cumplice: "já viu, e já faz 60 anos!". Ela, num espanto: "mas ainda é tão novo, ainda tem tanta vida pela frente!"
Nós num encantamento: é  verdade, ainda é tão "jovem". Numa prece sentida: que Deus o proteja! 
 
Abençoadas Mães, para quem os seus meninos nunca crescem!
 

24 comentários:

  1. que posso dizer, a não ser que é muito ternurento e que se conservem todos assim. Beijo de Boa Noite

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma maravilha ver "meninos" de 60, 70 anos, a serem, ainda, os meninos da sua Mãe. Que fenómeno será este, Helena?

      Bom Domingo.
      Beijinho.

      Eliminar
  2. Fiquemos atentas, essa senhora realmente aprendeu a viver. Fofa.

    bjs nossos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se aprendeu!...
      Adora os filhos, mas quando as coisas não são exactamente como quer ainda é capaz de lhes dar um valente "puxão de orelhas".

      Bom Domingo.
      Beijinho para todas.

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Não me canso de as bendizer!

      Beijinho amigo.

      Eliminar
  4. Para as mães, os meninos são sempre meninos. Nunca crescem mesmo havendo sempre muito tempo para crescer...
    Aquela idade já é respeitável. Pensava que não falavam dela, não é?

    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se visses o olhar embevecido dela!
      Tão bonito de se ver, este amor incondicional, único.

      Beijinho.

      Eliminar
  5. A minha mãe diz-me isso todas as sextas feiras quando telefono lá para casa :)
    E eu vou fazer 50 anos em Junho.
    BFDS!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Continuas a ser o seu menino, ou duvidas?!

      Bom Domingo.
      Beijinho.

      Eliminar
  6. Ternurento, sim.
    Conheci uma senhora, que se despediu de nós aos 96 anos, não cumprindo o que dizia de uma forma completamente convicta: eu vou fazer os 100 anos! "Apagou-se" naturalmente, um pouco antes.

    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E feliz, provavelmente!
      Essas partidas serenas, esse "apagar" sem sofrimento, é uma dádiva.

      Beijinho.

      Eliminar
  7. Se há espécie que não estará nunca em vias de extinção são as Mães. Mesmo das que dizem que já morreram, olhamos para o lado e está sempre lá.
    Bjo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carapauzito,

      Salvo aquelas que são abandonadas num qualquer lugar. Também há muitos filhos(as) que assim trata quem tanto lhes quer.
      As amadas como as nossas, e que já partiram, não morrem nunca, dizes bem.

      Abraço (barbatanas fechadas).

      P.S. Vês porque é que por vezes se fazem repescagens?:))

      Eliminar
    2. Se "pescagem" ou pesca me causa arrepios, da "repescagem" nem te digo nada. :)) Isto para dizer que não entendi o teu P.S. :)

      Já agora aproveito para emendar um erro de concordância, no meu comentário. Onde se lê "está sempre lá" deve ler-se "estão sempre lá".
      Abraço.

      Eliminar
    3. Valha-me Deus! Que memória a sua, peixinho de água doce.
      (Não é de água doce? Está bem!)
      Lembrar-se-á da repescagem da sua existência noutras encarnações? Das diligências feitas? Então?!:))

      Quanto à gramática, correcção feita.
      Abraço.

      Eliminar
  8. Felicidades e muitas alegrias iguais.
    Beijinho. :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, ana, muito obrigada.

      Bom Domingo.
      Beijinho.:))

      Eliminar
  9. Respostas
    1. Argos,

      Amores únicos, exclusivos na sua autenticidade e generosidade. Bênçãos que só as Mães vivem, que só as Mães transmitem!
      Abençoados filhos que tais Mães têm.

      Abraço grande.

      Eliminar
  10. As mães são para mim a felicidade dos filhos.
    Bem hajam!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A inversa também é verdadeira. Os filhos são a felicidade das Mães.
      Pena é que muitos, quando as Mães necessitam do retorno da mão que já lhes deram, do amparo, do amor, do carinho, ficam esquecidas num qualquer canto.

      Eliminar