segunda-feira, 24 de março de 2014

Quem dá uma ajudinha?!

Ando numa "aflição".
Porquê, perguntarão os mais curiosos.
Passo a explicar.

 
Este velho sonho de conhecer Florença levou-me a tentar traçar um itinerário onde coubesse tudo aquilo que é de visita obrigatória.
 Muito bem, dirão! Muito mal, digo eu!
Apenas dois singelos pontinhos, a saber:
 
Ponto um.
De quanto tempo necessito(aria)?
Ponto dois.
POR ONDE COMEÇAR?
 
Tarefa árdua, esta!

35 comentários:

  1. Uma vida inteira!
    Pelo princípio. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu Deus, jrd, isso não será tempo a mais?!
      E o principio é?!...

      Beijinho.

      Eliminar
  2. Isso do tempo não posso ajudar, que eu sou aquela que demora um dia só para me dedicar a um monumento, é por isso que fico lá fora uma vida (perco carteiras com documentos e rebéubéu pardais ao ninho). Em relação ao itinerário, é simples. A Internet é uma grande amiga. Eu estudo quais são os locais de visita obrigatória, abro o Google Earth e faço o meu próprio itinerário.
    É tão bom planear uma viagem!
    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um dia para cada monumento? Começo a reconsiderar a sugestão do jrd!
      Pois! Essa de perder carteiras é que não me convinha. A menina tanto olha, tanto mira (palavra bonita, esta!) que nem guarda os pertences. :)
      O Google Earth? Boa! Vou espreitar.

      Beijinhos.

      Eliminar
  3. Dizem que é uma cidade maravilhosa!
    Ainda não pisei Itália...quem sabe um dia!
    Belo vídeo! Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este sonho de visitar Florença já é velho, só que nunca foi possível. Vamos ver se é desta!
      Um dia também vai até lá. Por vezes é tudo uma questão de tempo. :)

      Beijinho.

      Eliminar
  4. Dois dias, três dias ou mais, se puderes.
    Faz-te acompanhar do Guia do American Express sobre Florença e a Toscana ( custo : ± €23,00.
    Não vás no pino do Verão ( quentíssimo ! ).
    Boa viagem e bom proveito.

    Um beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, João!
      Estou a pensar 3, 4 dias, vamos lá ver!
      Obrigada pelas dicas: Guia e não ir no verão. Óptimo! :)

      Beijinho.

      Eliminar
  5. Comece por acreditar que as flores por lá são todas amigas, comece pela escadaria das flores (a feira de arte de Firenze).

    Depois é consequência.

    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E quando é a feira? Tenho que fazer pesquisa.
      Obrigada pela sugestão.

      Beijinho para todas.

      Eliminar
    2. Que me lembre, são em todos os sábados.

      bjs e vá logo, para trazer flores e sonhos.

      Eliminar
  6. Respostas
    1. Pedro,

      Pobrezinho! Não desanimes.:)

      Beijinho.

      Eliminar
  7. Aconselhdo (que palavra pomposa...) nunca menos de uma semana em Florença, sendo que no fim da estadia o tempo terá sido inevitavelmente pouco.
    Começar sempre pelo centro do centro: a catedral, evidentemente, e o batistério.
    Acabar fora de Florença no Parque Michelangelo, para uma vista panorâmica da cidade.
    Entre estas duas coisas, tudo!

    Beijinho e boa programação de viagem

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Pomposa" e útil, como se pode verificar pelas sugestões dadas. Estou a anotar num caderninho cada uma das vossas sugestões.
      Tinha pensado começar mesmo pelo centro. Nesse sentido tenho estado a pesquisar hotéis aí localizados.
      Tudo seria o ideal. .)
      Ficarei feliz com aquilo que os 3, 4 dias permitirem.

      Beijinho.

      Eliminar
  8. Vamos portanto ao que interessa:
    1- Há uma menina que vai passear/viajar lá pelas Itálias.
    2- Fiorenza e Veneza estão no programa.
    3- Quer que lhe ensinem o caminho.
    4- Quando disse que estava aflita, até pensei que vinha fazer um peditório :) (para viajar, é claro).
    Assim sendo:
    1- Um destes dias vou "viajar cá dentro".
    2- Não conheço nem Fiorenza nem Veneza. Acho que gosto da 1ª e não da 2ª. E logo eu que me devia dar bem com a água do Adriático...
    3- Portanto não te posso ajudar a não ser dizendo o óbvio: a)-começar pelo princípio e b) quanto ao tempo necessário, ele será o que resultar do binómio "enquanto agradar e enquanto o cacau durar".
    4- Já ajudei com estas dicas. :)

    De qualquer maneira, boa viagem, diverte-te e cultiva-te, não caias ao canal e volta bem e satisfeita.
    Ajudei? :)
    Abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vamos ao que interessa, sim senhor!
      Começando pelo seu ponto 4. Ora aí está uma ideia bem catita! Por que é que não me tinha lembrado disso?

      Ponto 1 - Viaja cá dentro? Onde? É segredo? Que mania que os carapaus têm!...
      Ponto 2 - Como é que um peixito que não conhece uma coisa, neste caso Veneza, pode dizer que não gosta?
      Água do Adriático? De Cacilhas, e já está com sorte.
      Ponto 3 - a) Tinha pensado começar pelo fim, mas está bem. b) Binómio? O que é isso? Prefiro o cacau transformado num belíssimo chocolate preto.

      Se estas dicas ajudaram? Muito!...
      Deus me dê paciência!

      Obrigada pelos votos. Assim és mais simpático! :)

      Abraço (fecha essas tristinhas barbatanas)

      P.S. O que é um binómio?

      Eliminar
    2. Se pudesse fazer um desenho, ias perceber logo. Assim por palavras é mais complicado, mas vou tentar.
      Supõe um fulano chamado Sílvio Pinheiro Grande, mas que toda a gente conhece por "O Tretas". Pronto, aqui tens um binómio: um tipo com dois nomes (bi=dois e nomio= nome).
      Com esta singela explicação já ficas a entender o meu ponto 3.
      Tenho de explicar sempre tudo?
      Boa viagem!
      P.S.- Quanto à minha "tendência" para não simpatizar com Veneza, nunca lá tendo ido, tem uma explicação. Já vi tantas vezes documentários e filmes (alguns belísimos, como "Morte em Veneza" lembras-te?) que fiquei um bocado saturado com a cidade e os seus "clichés". E acho que as águas dos canais não me fariam bem à pele...)

      Eliminar
    3. Mas que belo belo professor! Fiquei na mesma.
      Se o homem se chama Sílvio Pinheiro Grande (a mania das grandezas, mas está bem!) estamos perante um trinómio, certo? tri=três e nomio=nome.
      O pobre do Tretas foi usado, apenas, como um triste exemplo. E desde quando é que "o" é um nome?
      Ah, vou-me embora!... :)

      Veneza, uma sugestão? Vai até lá. Depois? Depois contas se gostaste, combinado?

      Abraço (mesmo com barbatanas)

      Eliminar

  9. Conhecer para ficar a conhecer, GL, talvez aí uns seis meses. Antes nada de videos e guias. Tem de se ver e sentir para nos emocionarmos. No regresso, sim, ver tudo quanto apareça, calmamente sentada no sofá e ir apontando o que, ao vivo, não vimos. Assim, poderás lá voltar para rever tudo e mais o que não viste. Da segunda vez, aconselho um anito. :))

    Beijinho

    (Por onde começar? Penso que pela compra do bilhete :))) )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seis meses? Nem seguindo a sugestão do Amigo Carapau!
      Precisamente por não ter possibilidade de estar tanto tempo é que tento ver o essencial, o mais importante, e é aqui que surge a dificuldade. Como selecionar? É possível dizer que "isto" é mais "importante" do que aquilo?
      Obrigada pelas dicas.
      Ah, o bilhete? Pois, convém! :)

      Beijinho.

      Eliminar
  10. Fiquei lá 3 dias, mas com muita vontade de prolongar a estadia. Já foi há 17 anos, mas a Ponte Vecchio e a Basílica de Santa Maria das Flores é do que me lembro melhor e recomendo.
    Beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Sandra!

      A Ponte e a Basílica? Mais duas entradas para o meu caderninho.
      Obrigada pelas achegas. :)

      Beijinho.


      Eliminar
  11. GL,
    Achei graça a esta postagem porque hoje à procura de um livro de fotografias encontrei o guia que comprei em Florença. Diria, para ver o mais importante, 4 dias mas ficará muito por ver.
    Galleria degli Uffizi ponto obrigatório (Botticelli...). Atravessar o rio a Ponte Vecchio. Visitar o David, no Museu da Academia, Museu do Palazzo Vechio, a catedral, o baptistério, comer gelados pois são saborosos. Já fui a Florença há uns anitos... agora não me recordo das igrejas que visitei, gostei da comida, do hotel, tudo...
    Beijinhos e boa viagem.:))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ana,

      Estou a pensar, 3, 4 dias, sim.
      Quantas dicas imperdíveis! Sugestões que vou ter muito em conta.
      Achei graça à recomendação dos gelados. :) Nessa altura esquece-se a dieta, claro!
      Tenho pesquisado hotéis no centro, mas ainda não me decidi por nenhum. Há alguns tão bonitos, com interiores (aparentemente) fabulosos, que temo ficar os 4 dias a visitar o hotel. :)

      Obrigada,.
      Beijinho.

      Eliminar
  12. O MAIS TEMPO QUE CONSIGA, PORQUE CADA PEDRA TEM HISTÓRIA, É SIMPLESMENTE UMA CIDADE QUE NÃO SE ESQUECE PARA O RESTO DA VIDA. BOA VIAGEM. BEIJINHO

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai, Helena, quem me dera ir já, agora!
      Penso que era a Sofia de Mello Breyner que afirmava que a primeira tarde era para passar numa esplanada do centro. Primeiro ver as pessoas, depois o resto.
      Estou com ela. Se não olharmos também as pessoas não se perderá a essência?
      Obrigada.
      Beijinho.

      Eliminar
  13. sem pressa e boa companhia - como em todos os prazeres da vida...

    beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E calo-me!
      O segredo da felicidade não é para todos.

      Obrigada.
      Beijo, Amigo.

      Eliminar
  14. Já me perdi em Florença

    desejo que lhe aconteça o mesmo

    Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas num local onde me possa situar. :)

      Beijinho.

      Eliminar
  15. Que bom poder sonhar com esse momento em que se descobre com encanto uma cidade como Florença!
    Vai e depois conta!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vamos lá ver se é desta! Este é um projecto que tem sido adiado por várias vezes, daí ainda colocar algumas reservas. :(

      Eliminar