quinta-feira, 31 de julho de 2014

O homem e a sua grandeza!

O homem atingiu o grau de perfeição em diversas vertentes: na monstruosidade; na arte de roubar; na desumanidade; na corrupção; na bestialidade; no desrespeito; na hipocrisia. O homem envergonha o homem. O homem deixou de merecer ser denominado como tal.

11 comentários:

  1. É o que nos contam os noticiarios...

    ResponderEliminar
  2. Atingiu a perfeição no que não devia :(
    BFDS

    ResponderEliminar
  3. Querida GL,
    Não veria assim o homem tão negativamente, embora alguns merecessem estas palavras.
    Felizmente há diversidade. Procurem-se os bons e deixem-se os maus. :))
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  4. se o homem "é ele e a sua circunstância"...
    então importa alterar as "circunstâncias" que o determinam...

    ResponderEliminar
  5. Há excepções!
    De certeza que passas por elas todos os dias.

    Abraço grande

    ResponderEliminar
  6. O meu comentário não entra!

    Abraço pequeno

    ResponderEliminar
  7. A todos o meu pedido de desculpa pela ausência, a todos um obrigada pelos comentários.

    Quer queiramos quer não, e por muito que custe aceitar, o homem é intrinsecamente mau.
    Há excepções, claro que há, mas são tão poucas que se diluem no meio da tragédia, no meio da vergonha.

    ResponderEliminar
  8. sim, o Jean-Jacques Rousseau andou a enganar-nos durante muito tempo, mas convenhamos que há mesmo muitas excepções :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Andou, andou!

      Tenho a sensação que as excepções diminuem a cada dia que passa.

      Abraço.

      Eliminar