terça-feira, 2 de setembro de 2014

Banalidades!


Para que conste.

Então não é que a amostra de cão, esse cuja fotografia está num post anterior, adora ver desenhos animados?
Senta-se, encosta a cara (salvo seja!) ao écran e fica, embasbacado, a olhar os
bonecos. E "fala" com eles numa linguagem que só ele entende, e acompanha os seus  movimentos inclinando a cabeça, para um e outro lado, numa tentativa de ver para onde vão.
Não, não é normal!
Sempre disse que esta amostra de cão vinha com defeito.

18 comentários:

  1. Os animais têm comportamentos que nós muitas vezes não conseguimos explicar

    ResponderEliminar
  2. Defeito ? Mas ele não é humano . . . é um belo ser com olhos doces .

    A minha vida sem estes seres apelidados de irracionais seria bem mais triste .
    Aprendo tanto com eles .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E nunca nos desiludem, e adivinham quando estamos tristes, e não exigem nada, rigorosamente nada.
      A minha preferência vai para o gato. Gosto daqueles olhos que são só mistério, da personalidade que se impõe, da companhia incondicional, mas - e isto faz toda a diferença - não posso deixar de concordar que o cão ama de forma que, por vezes, até nos faz sentir menos bem. É que são tontos!
      Podemos ralhar, podemos castigar que nunca se zangam.
      Com um gato este comportamento é impensável. Mostram, de forma inequívoca, que estão zangados, e mais, só "perdoam" quando muito bem entendem. :)

      Eliminar
  3. Ah, e que belo e abençoado defeito! Estes bichinhos de Deus são realmente seres de muita inteligência e sensibilidade e estão a todo momento a nos surpreender. Dá gosto vê-los experenciando coisas que muitas vezes fogem do nosso entendimento, e com eles aprendemos belas lições.
    Sorrisos e estrelas, no meu carinho,
    Helena
    (http://helena.blogs.sapo.pt)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São amigos leais, sem dúvida! E fazem companhia, e estão sempre presentes, e sentem/pressentem os nossos estados de alma.
      Momentos há em que são mesmo uma bênção.

      Abraço.

      Eliminar
  4. E ele sabe ladrar? Muitas vezes os "génios" não sabem fazer o elementar. :)
    Talvez seja uma boa prenda de anos oferecer-lhe um DVD com filmes para cães. Não sei se cá já há disso, mas nos States há e ele não deve ter problemas de tradução...
    Na alternativa, um pacote de pipocas para ele se entreter a ver os desenhos animados.
    Cumprimentos ao canito e um abraço para a babada dona.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Posso pedir um favorzinho? Importar-se-á(ia) de, pelo menos, alterar a posição das letrinhas que o identificam?! Ora tente, e imagine as imensas leituras que se podem fazer! Agora PM? Ui, lembro-me logo do outro...
      Adiante.
      Sabe, sabe ladrar! Aliás, é o que sabe fazer melhor para mal dos meus pecados.
      Quando for aos States importa-se de trazer um DVDzito desses? Se quero pipocas? Não, muito obrigada, pipocas já tenho!!!
      O canito - isso é nome que se chame ao pobrezinho? - agradece.
      Para que conste, o babado é ele!
      Posso dar-lhe um abraço? Aqui fica.

      Eliminar
  5. tem bom gosto, acho muito bem!
    o pequenote tem direito ao seu momento de entretenimento...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É tão engraçado, se visses! E quando algum dos bonecos desaparece espreita, vira-se e revira-se para ver se o vê.
      Pateta, é o que ele é!

      Eliminar
  6. Os animais têm uma inteligência própria que quem os entende, como neste caso a dona, percebe a linguagem trocada.
    Os animais "apessoam-se", assim os compreendo.
    Beijinho. :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso que sim, Ana, eles "apessoam-se" de nós, mas é curioso, sinto muito mais isso com os gatos.
      Em toda a vida só tive uma gata e, agora, este cãozinho pequenitote. Mas ela, e sem qualquer espécie de dúvida, "adivinhava-me" muito melhor. Se estava mais tensa, mais preocupada ou triste, a minha amiga não saía de junto de mim, nunca. É por isso, que passados estes anos após a sua partida, continuo com uma imensa saudade dela.

      Beijinho.

      Eliminar
  7. Respostas
    1. Fixe e engraçado!
      Chamo-lhe tonto, digo-lhe que o boneco se foi embora, que já não volta, mas nada, não adianta!!!

      Interrogo-me quem é que é tonto no meio desta conversa toda!!!!

      Eliminar
  8. Talvez não seja defeito!
    Curiosidade canina...bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É feitio? Talvez! :)
      Há um provérbio que diz que a "curiosidade matou o gato", neste caso espero que não mate o cão. Estou sempre a ver quando é que fica agarrado ao écran. :)

      Beijinho.

      Eliminar
  9. Respostas
    1. São, sim! Uma bênção e a única companhia de muitos que estão sós.

      Beijinho, Lobinho.

      Eliminar