domingo, 31 de maio de 2015

Abertura da Expo 2015 - Milão

É verdade, a Expo 2015 realizada em Milão, já abriu.

Deixo-vos como uma das belas imagens mostradas hoje, a Árvore da Vida, aquando do Concerto de Abertura, transmitido através da RTP2, às 15h.





Que tal? Lindíssima, é o mínimo que se pode dizer!
Portugal? Está muitíssimo bem representado, ora essa!

Segundo o "Público": (aqui)

"Oito milhões de euros afastam Portugal da Expo Universal de Milão (Manuel Carvalho 23/02/2015).
Portugal é dos poucos países europeus que não vai à Expo 2015. A decisão, justificada principalmente pelos custos, coube ao Ministério da Agricultura. A CAP fala num “erro” e numa “oportunidade perdida”.
O tema da Expo é a alimentação, um dos sectores que mais têm empurrado as exportações nacionais." 
(...) A Bielorrússia vai. A Espanha também. A Grécia e a Irlanda não faltam. Moçambique, Angola e São Tomé e Príncipe também decidiram ir. Portugal não. Portugal é aliás um dos poucos países da União Europeia que vai estar ausente da Exposição Universal de Milão, que abre as portas no próximo dia 1 de Maio e que terá como tema “Alimentar o Planeta, Energia para a Vida”.




 
Mais palavras? Para quê?!
É lamentável? Nada disso, nós é que não percebemos nada. Mas NADA, de NADA!

Ouçamos, apenas, Andrea Bocelli.
Já percebemos que é a única coisa que ajuda a superar a raiva, a vergonha, a revolta que tudo isto causa.

32 comentários:

  1. A ausência nesses eventos só pode ter um comentário - estupidez!!!
    Boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Subscrevo. É a única classificação possível!

      Abraço.

      Eliminar
  2. Não posso deixar de comentar que o Andre Bocelli está muito bem e não é só a cantar...:-))) Está a envelhecer muito bem...;-))
    Nunca fui a Milão e gostava muito de visitar a Catedral.
    Tenho pena que Portugal não participe na Expo.
    Beijinho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E eu não pude deixar de sorrir, Sandra: é que sou da mesma opinião! Andrea Bocelli está bastante mais magro, o que não belisca, em nada, nem a voz, nem o charme de sempre.:)
      Portugal não estar presente na Expo é, no mínimo, lamentável.

      Beijinho.

      Eliminar
  3. Adorei ver o concerto de abertura e ouvir Bocelli...:-))) obrigada pela partilha!
    É muito mais proveitoso gastar-se milhões em trocas de frotas automovel para os srs. ministros andarem com o rabo bem sentado...!!!!!!!!!!!
    Triste País ... e a culpa é de quem põe androides no poleiro...
    Beijinho grande e resto de boa semana
    Teresa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acreditas que já (re)ouvi o concerto três vezes? E não me canso, muito antes pelo contrário!!!!
      Os ditos senhores podem andar como quiserem, até deitados, mas um poucochinho de bom senso talvez não lhes fizesse mal nenhum.
      Beijinho.

      Eliminar
  4. Já ia para destilar bílis, mas depois de ouvir o meu querido Bocelli, com a sua voz absolutamente divina, a minha alma aquietou-se. Como eu adoro Bocelli. Que voz abençoada. Que bonito encontrar Deus em tantas coisas e em tantas pessoas.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É, é muito bonito encontrar Deus e, quantas vezes, por mero acaso!
      Quanto à voz de Bocelli posso acrescentar alguma coisa? Dizer que arrepia e que me sinto pequenina é significativo? É isso que sinto!

      Beijinhos.

      Eliminar
  5. Ainda bem que há Andrea Bocelli para ouvir.
    Assim, consigo refrear a vontade de chamar meia dúzia de nomes muito feios a quem tudo fez para que Portugal não fosse a Milão.
    Vergonhoso!
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Valha-nos o Bocelli, que o resto é para esquecer.
      E será que conseguimos?!

      Abraço.

      Eliminar
  6. são as "gorduras" do Estado, que não permitem...
    vergonha!

    abraço

    ResponderEliminar
  7. Uma vergonha a juntar a outras...e o dinheiro que iriam gastar em prol de quem investe na agricultura será gasto em proveito próprio e ou as campanhas eleitorais.

    Ao ler o artigo...uma vez mais nota-se bem como funciona a coligação num jogo do empurra.

    Só vi parte do espectáculo e Bocelli é o Bocelli...maravilhoso!

    Beijocas


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não há paciência para aturar isto, é o tudo o que me apetece acrescentar!

      Alguém responsável teria reparado, ainda que de forma superficial no tema a tratar:

      "O tema da Expo é a alimentação, um dos sectores que mais têm empurrado as exportações nacionais."

      Pois! Parece que não mas até é pertinente!...

      Beijinhos.

      Eliminar
  8. Vou ser do contra. Alguém sabe quanto custaria e qual seria o retorno duma representação "decente" num evento destes? Os 8 milhões de que se fala no post para ter um pavilhão durante 4 meses nesta EXPO? Quantas vezes 8 milhões? Quanto custaram as últimas presenças de Portugal nas EXPO's mais recentes? Qual o retorno? Ninguém sabe, nunca ninguém quis saber. Provavelmente nem as "autoridades oficiais", nem a maior parte das pessoas que dá palpites sobre estes temas (onde me incluo). Agora se era para ter uma barraquita com uns cestos de feijão verde, ervilhas, batatas & Cª, então sim perdeu-se uma boa oportunidade de "espatifar" umas tantas vezes os tais 8 milhões.
    Isto para eu dizer que não concordo com o teor do post nem dos comentários, porque são só "sentimentos" de quem não tem elementos suficientes para poder dizer nada o que passe além de gostar ou não gostar do
    Andrea Bocelli.
    Fui chato? Não foi essa intenção, mas não resisti a criticar esta moda de "ter de dizer mal" sem estar de posse de todos os elementos.
    Mas "aquele abraço" fica aqui, desta vez ainda mais apertado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estás à vontade! Se há coisa que me irrite sobremaneira é o "está bem" só porque sim!
      Já aqui disse n vezes que dou muita importância a uma discussão saudável, uma discussão onde impere o respeito pela opinião do outro, mas onde possamos manifestar a nossa. Ora, assim sendo, vamos a isto.

      Essa "história" do retorno tem muito que se lhe diga. O retorno de que falas era suposto concretizar-se quando? Suponho que não pretenderias que fosse no curto prazo.
      É possível que o comum dos cidadãos não saiba quais os custos e retorno das Expo's anteriores, agora as "autoridades oficiais"? Não consideras isso muito grave?
      Não, não era para ter uma barraquita, e sabes isso bem. Não consideras pertinente que os nossos produtos sejam, e cada vez mais, divulgados? No que respeita aos vinhos, azeites, etc., já temos uma boa divulgação, o mercado internacional já absorve grande parte dos mesmos, só que a agricultura não se resume ao vinho e ao azeite. Oportunidades destas não se devem perder.
      Estamos a atravessar um período económico difícil? Desgraçadamente todos sabemos isso mas, meu caro, é nestas ocasiões que é necessário fazer opções.
      Falas em palpites, eu prefiro considerar as opiniões aqui manifestadas como sendo uma prova do mais elementar bom senso.
      Viste, por acaso, a entrega dos Globos de Ouro, no Coliseu? Calma, não estou a misturar "alhos com bugalhos", mas aquilo não acarretou custos? Quero acreditar que não tenha atingido os 8 milhões, mas aquela "palhaçada" serviu para quê? Para nos fazer sentir ainda pior perante aquela mediocridade mascarada de "coisa importante"?
      Por favor, PM, respeito muito a tua opinião, mas não concordo nem um pouco com ela.
      Chato? Não, apenas "jogaste" ao lado, não querendo ver o óbvio. É que não se trata de "dizer mal" por dizer, não, trata-se de tentar ver as coisas de forma pragmática. Achas bem que nos fechemos cada vez mais na nossa concha, é isso? Não te parece que já tivemos a prova de que isso não resulta?

      Obrigada pelo abraço, não fora ele e...?!

      Abraço amigo.

      Eliminar
  9. Gostei do que vi por aqui.
    Nota-se que é de alguém que escreve bem o português e isso é importante.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seja bem-vinda, wind!
      Volte sempre que queira, será um prazer.

      Eliminar
  10. Percebi-te GL, entendo o teu ponto de vista, mas...estou de acordo com PM!
    Se Portugal participasse provavelmente teríamos aí um coro de vozes a gritar bem alto que num país com fome se estavam a gastar 8 milhões indevidamente!
    Queres apostar?
    Não a postes que é do ADN português :-)

    Abraço grande e podes puxar-me as orelhas à vontade!

    P.S. Do Bocelli gosto. Milão não conheço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não, não aposto, sei que desgraçadamente é assim, mas isso não invalida que esteja em desacordo.
      Sabes, Argos? Ainda não perdi a esperança (?) que o ADN sofra mutações, logo...

      Não te puxo as orelhas, não senhor! Primeiro porque não mereces, depois porque respeito SEMPRE opiniões divergentes das minhas, o que não significa concordância.

      Bocceli? O que gosto de ouvir esse Homem!

      Abraço grande, Amigo.

      Eliminar
  11. GêÉlamiga (Tenho uma fezada que és do tipo feminino. Serás?)

    É assim mesmo. Oito milhões são peanuts para ter um pavilhão (decente, no mínimo) na Expo 2015 de Milão. Mas para este (des)Governo são caríssimos e não valia a pena estarmos presentes no certame, o que seria uma despezeira e a Frau Merkel maila Troika não gostriam. Assim é que é...

    E o alerta antecipado e previdente não foi dado apenas pela Cristas. E o Barreto Xavier suposto secretário de estado da Coltura, ups,com u também deve ter metido o bedelho em tão fedorento assunto. Muito bem, batam palmas unânimemente! Nestes tempos de crise e de austeridade é preciso (é mesmo indispensável) tê-los bem negros e no sítio, exceptuando, obviamente a dona Assunção.

    (Abro aqui uma parentética para informar os possíveis leitores que gosto de inventar vocábulos e não sigo o aborto a que chamam Acordo Hôrtugráfico, safa!) Fecho parêntese

    Estas coisas da poupança têm que se lhe diga. Uma porrada de malta peo Mundo diz que a receita não dá ponta de um corno. Mas por cá - e no entender dos (des)governantes que por desdita temos - gente fina é outra loiça, e caminho para unir dois pontos é o ziguezague. Fazem o obséquio de atentar nisto e se fazem favor não se amofinem.

    Mas, no fundo, lá mesmo no fundo, saem da lura exemplos bem apanhados como o daquele/a comentador/a que dá pelo nome PM, mais falso que o Iscariotes e passível de procedimento criminal por usurpação de sigla. A única verdadeira é a do senhor Coelho e que faça muito bom proveito. Em cenouras, claro.

    Prontes (???) estou a chegar ao fim deste comentário mais longo que a espada do Afonso Henriques. Esta, obviamente com a anfitriã, pedindo-lhe desculpa pelo espaço que ocupei.

    Qjs do Pernoca Marota

    PS - (sou mas aqui é Post Scriptum) Com este tsunâmico arrazoado, nem me lembrava de falar no Bocelli. Mas não faz mal pois o cantor cego é tão GRANDE que precisa para o aplaudir inventar palavras. O que eu adoro e igualmente o Andrea

    E ainda uma informação: já estás no elenco dos BLOGUES MAIS FIXES lá da Travessa. Vai lá ver e... comentar



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Henrique!

      A interrogativa? Sim, acertaste!:)

      Tu, e a tua ironia de sempre!

      Como já referi, não concordo minimamente com a "medida" levada a cabo, considero, inclusive que a mesma foi um erro grave, contudo respeito a opinião de quem pensa de forma contrária.

      Numa coisa concordo contigo, sem dúvida. Está provado, à exaustão, que este não é o caminho. Não é empobrecendo um país à custa dos mais desfavorecidos que se resolvem os problemas gravíssimos com que nos confrontamos diariamente, só que os responsáveis (?) ainda não perceberam - mas será que não perceberam mesmo? - que assim não vão a lado nenhum.

      Abraço.

      Eliminar
  12. Finalmente consegui chegar ao teu blog, fiquei contente, só o tema me desagradou , porque tal como tu não entendo a ausência de Portugal, sabendo nós que o tema tem sido o que tem tido mais desenvolvimento e exportações para Portugal.
    Tanto dinheiro mal gasto, será que 8 milhões investidos não teriam retorno? Países mais pobres e a passar por maiores dificuldades que nós vão lá estar, enfim , mais uma estupidez deste desgoverno.
    Valha-nos Bocelli que adoro!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Manu,

      Pois é, é mesmo difícil, também não consigo entrar no teu blog!:(
      Achas que o Sapo tem alguma coisa contra nós? Malvado!:)
      Esta opção, medida, seja o que for, só nos deixa mais pobres. Mas esta gente não vê que temos o maior interesse em divulgar os nossos produtos?
      Dizes bem: valha-nos o Bocelli!
      Oh, valha-nos Deus!:(
      Beijinho.

      Eliminar
  13. Respostas
    1. Espero que te estejas a referir a Bocelli!:)

      Eliminar

  14. Que maravilha. Passar por aqui e deparar-me com este video é simplesmente fantástico. Enriquecedor, diria eu.
    A ausência de Portugal é lamentável. Quando se apregoa tanto que a saída da crise é através das exportações e do estreitar das relações comerciais com outros países, não estar neste evento é um autêntico tiro nos pés!
    Enfim!

    Convido-a a participar no giveaway que assinala os 3 anos do meu blogue!
    Todas as informações lá no carpediem!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Carpe Diem,

      Não sei se tiveste oportunidade de assistir ao Concerto, na integra. Garanto-te que valia a pena, se valia!

      A ausência de Portugal é uma vergonha, tão simples como isso! Viste a lista dos países participantes? E isso não devia fazer pensar os responsáveis?! Tiro nos pés, e dos grandes!

      Já disse o que pensava, aliás já deves ter visto.:)
      Posso fazer um pedido? Continua na blogosfera, continua como até aqui. Pessoas como tu fazem falta, e cada vez mais.

      Beijinho.

      Eliminar
  15. Boccelli... sempre divino!... Por acaso também assisti a uma parte deste concerto na RTP2, nesse dia...
    O video... absolutamente deslumbrante! Adorei!!!
    A decisão de não participação, coube ao Ministério da Agricultura?... é natural!!! O da Cultura já nem existe... Admira-me como não foi decisão, do Ministério da Suinicultura... que é o que todos me parecem ser...
    E a agricultura que se pratica neste país... é a que sobrou, após um certo Ministro da época, que hoje, por acaso, até é Presidente, a ter desmantelado, junto com as pescas...
    Queixamo-nos do país... mas eles lá vão sendo eleitos... para aperfeiçoar a sua obra, ao longo das décadas... essa é que é essa...
    Será que temos o que merecemos?... Provavelmente... Enquanto a abstenção dos actos eleitorais, não for reduzida... é no que dão as eleições, cá no burgo...
    Adorei o post, GL! Sempre algum assunto... por aqui... bem convidativo, a uma valente reflexão!!!
    Beijinhos. Um excelente fim de semana!
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana,

      Se bem que já estejamos habituados a decisões deste calibre, o que é facto é que ainda conseguimos - nem sempre, nem sempre, está tudo muito amorfo! - revoltarmo-nos com as ditas.

      Segundo parece a decisão coube ao Ministério da Agricultura, mas isso, Ana, é um pormenor de somenos. É que qualquer que fosse o Ministério a medida era a mesma.

      Quem é que ainda se lembra do que sucedeu com as pescas, como refere? Quem é que se lembra do que se passou com a agricultura a coberto dos Fundos Comunitários? Ai, Ana, que memória tão curta a da maioria dos portugueses!

      Sim, devemos ter o que merecemos, começo a não ter dúvidas sobre isso.

      Bom fim-de-semana!
      Beijinho.

      Eliminar
  16. Obrigado pela visita ao meu blogue.
    Este trabalho sobre a Expo-Milão está fantástico, estas exposições são fora do comum ainda me lembra da Expo 98 em Lisboa.
    Um abraço e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  17. Não tem que agradecer!
    Quando tenho alguma disponibilidade gosto de "espreitar" o que há por essa blogosfera, e gostei do vi no seu blogue, um cantinho que fala essencialmente de livros. Para quem os ama como eu, a paragem era obrigatória.
    Bom fim-de-semana.
    Abraço.

    ResponderEliminar