sábado, 14 de novembro de 2015

Não há palavras, não há!

Apenas:

Paris,


estou contigo.

Com todos os que sofreram o horror. Com todos os inocentes a quem foi roubado o direito de viver.

Sim, estou convosco!


18 comentários:

  1. O meu silêncio sincero e profundo para com todas as vitimas e seus familiares não só de Paris, mas de todos que sofrem e morrem às mãos de cobardes sem fronteiras.

    Um abraço GL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para todos, diz bem, Fatyly. Por vezes tendemos a esquecer todos os outros, e quantos têm sido.

      Beijinho

      Eliminar
  2. Solidariedade sem limites.
    No passado, pelos Estados Unidos e por Espanha. Hoje pela França.
    E amanhã, por quem será?
    Beijinho, GL.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade! Amanhã por quem será?
      Um susto, uma incógnita.

      Beijinho.

      Eliminar
  3. Que abram os olhos os inocentes
    em vida

    para que se lute contra os miseráveis mercados da guerra

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E como é que isso se faz, sabes?

      Abraço.

      Eliminar
  4. ~~~
    ~ Concordo.
    ~ Uma homenagem simples, mas muito bela.

    ~ Apesar de pouco auspiciosa, que seja uma boa semana,

    ~~~~ Beijinhos. ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É a única coisa que podemos fazer, Majo, prestar uma singela homenagem a todas as vitimas desta nova(?) barbárie.

      Beijinho.

      Eliminar
  5. Respostas
    1. E o espanto, por incrível que possa parecer.:(

      Beijinho.

      Eliminar
  6. É o mundo que fomos fazendo, mas "só" se mantém a "tradição": o homem lobo do homem.
    Pelo meio há umas ovelhas inocentes.
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem que fosse apenas uma ovelha já era de lamentar, o problema é que nem sabemos quantas são.

      Os lobos? Alcateias deles, PM, alcateias.

      Abraço.

      Eliminar
  7. Sem palavras... tamanho horror!
    Mas há que nos consciencializarmos, cada vez mais, que o acontecido em Paris... está na eminência de acontecer em qualquer ponto da Europa!
    Aliás... desde as torres gémeas... que o mundo mudou... mas pouco se fez para que o fenómeno do radicalismo, não crescesse nestes países árabes... com acções pouco concertadas, de intervenção... como as actuais... que despoletarão ainda mais violência... como se assistirá, infelizmente... a Europa não está preparada para pró-agir... apenas para reagir, a situações assim...
    Espero estar enganada!...
    Beijinhos!
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As torres gémeas como que marcam uma nova era, sem dúvida.
      E agora, será este o caminho a seguir? Francamente não sei! Sei, está à vista, que a Europa parece uma "barata tonta" sem saber muito bem para que lado se virar.
      Que até agora só têm conseguido mais violência isso é inequívoco, mas...?

      Beijinho.

      Eliminar
  8. Olá GL
    Não há palavras mesmo ... apenas tristeza e uma raiva imensa contra o radicalismo que alastra pelo mundo...:-(
    Um beijo
    Teresa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Teresa,

      Não há palavras, não! Só revolta, medo, impotência perante um monstro que ninguém controla. Para onde caminhamos, alguém saberá?

      Beijinho.

      Eliminar
  9. Estou com os vivos
    que ousam ter os olhos abertos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ter só olhos abertos é pouco, Puma, muito pouco.

      Abraço.

      Eliminar