domingo, 8 de novembro de 2015

Patetas, convencidos e cheios de garra.

Há quem não se enxergue, e este pateta pequenitote não é excepção.
 


Querem adivinhar qual é o pateta de serviço? É fácil!
A miniatura que se agiganta numa tentativa de vencer os verdadeiramente gigantes.
A criatura que, até faz a fineza de me fazer companhia, de ser meu amigo, é a amostra de cão com pretensões a vencer aqueles que têm o triplo do seu peso e tamanho.
Ilação? Nunca desistir, mesmo quando pensamos estar perante um obstáculo intransponível.

Boa semana para todos.
Façam um favor a vós próprios: procurem ser felizes, procurem viver em pleno.

Apenas um pedido.
Atenção aos verdadeiramente frágeis, àqueles que não têm, de facto, forças e condições para sobreviver sem o empurrãozinho que faz a diferença.

16 comentários:

  1. David e Golias versão canina??? :))
    Boa semana

    ResponderEliminar
  2. Fizeste-me soltar um sorriso e muitas vezes as "amostras" vencem "o mostruário completo":):):) e por vezes aprendemos muito com os animais.

    Como dizes e bem...nas tortuosas ruas da vida "um empurrãozinho aos mais frágeis fas toda a diferença", porque todos, mas todos por momentos somos igualmente "frágeis, tristes e desanimados.

    Um bom dia

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É o caso.:))
      O palerma luta e desafia os outros numa luta desigual, não há "mostruário" que o faça hesitar.:)

      A diferença entre dar o tal empurrãozinho, ou nada fazer, pode ser abismal, só que poucos se lembram disso.

      Beijinho.

      Eliminar
  3. Os cães não se medem aos palmos (versão adaptada).
    A propósito de fragilidade ... https://youtu.be/RS1PqU2YJ_0

    Beijinho, GL, com votos de uma boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem mais, mas não medem mesmo. :)

      Obrigada pelo vídeo.:))
      Beijinho.

      Eliminar
  4. Sem dúvida, nunca devemos desistir. Mesmo que pensemos ser muito pequeninos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desistir é próprio dos fracos, já diz o ditado.

      Eliminar
  5. Exactamente! Desistir é palavra que não faz parte do meu dicionário :)
    Beijinhos e obrigado pela força positiva que transmites sempre!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim é que é, Carpe! Gosto do teu dicionário:)

      Beijinhos

      Eliminar
  6. Patetas e convencidos há muitos. Com garra é que rareiam.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dá-me ideia que não existem mesmo, ou estarei enganada?:(

      Abraço

      Eliminar
  7. Ensinamos aos cachorros a sentar... dar a pata... deitar... mas não a desistir... ;-D
    Cá está um post, que me fez sorrir de orelha a orelha!...
    Desistir?... Nunca! A esperança é a ultima a morrer...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sorrio? Ora ainda bem! Cada vez mais sorrir é mais difícil e, em simultâneo, mais necessário.

      Os nossos amigos penso que isso nunca aprenderiam a desistir, não faz parte da sua genética.:))

      Beijinhos

      Eliminar
  8. A minha Fifi que partiu a 11 de setembro também era destemida! Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São quase todos destemidos, os nossos deliciosos patetas.:)

      Beijinho

      Eliminar