sábado, 28 de fevereiro de 2015

Correntes d´Escritas 2015

Teve lugar no Cine - Teatro Garrett, na Póvoa do Varzim,  de 25 a 28 de Fevereiro, a 16ª edição do Correntes d´Escritas 2015.




“O poder das palavras faz-se de liberdade e silêncio” foi o mote da Mesa 3 que, esta tarde, reuniu António Cabrita, Clara Úson, Manuela Gonzaga, José Mário Silva e Vergílio Alberto Vieira, moderados por Michael Kegler."
Só o mote já nos faz pensar, e muito!
Para aqueles que gostam destas "lides" e pretendam saber mais, por favor, sigam-me, é por aqui.

Nota: Itálico meu.

Ah, mas há mais!

Que tal este Chapéu? Ora façam o favor de se ver/ouvir/sonhar.



 
Gostaram? Óptimo!

Continuação de bom fim-de-semana para todos vós, Amigos que por aqui passam.

 

domingo, 22 de fevereiro de 2015

Palavras para quê...

... quando a arte, a elegância e a beleza falam por si?



Apaixonada desde sempre pelo flamenco, e porque um pouco de alegria é fundamental ao nosso equilíbrio, aqui vos/me deixo a magia do fabuloso Joaquín Cortés.


Boa semana, Amigos!

 

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Quem acode à Ucrânia?!


O cessar fogo não passou, tal como se previa, (aqui) de uma promessa vã, uma promessa em que, penso, poucos acreditaram dado ser quase óbvio que nenhuma das partes o ia respeitar.
E o desastre, e a mortandade, e o horror, num crescendo.
 




Assim ordenam os senhores donos do mundo, assim convém aos senhores donos do mundo.

É impressão minha ou estamos a caminhar, rápida e inconscientemente(?), para a 3.ª Guerra Mundial?

 

sábado, 14 de fevereiro de 2015

É verdade!


É isso mesmo, é CARNAVAL.



A minha questão é outra.
Quais são os dias em que NÃO é Carnaval? Que responda quem souber.



quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Uma sugestão, apenas!

Um filme imperdível, este "Selma - A marcha da Liberdade".


 
A luta de Martin Luther King em prol do direito a voto dos negros continua a ser actual, mas tão actual. Porquê? Porque o caminho para a igualdade continua a ser uma utopia, hoje como ontem.
 
Direitos iguais? Que é isso? Que país os põe em prática?
Direito à não Discriminação? Existe? Na prática, no dia a dia, existe? Meu Deus! Basta olharmos o mundo, e nem é necessário estar muito atento.
Sejamos pragmáticos, chega de hipocrisias!
 
Descriminação, não, seja em que circunstância for, venha de onde vier, NÃO!
 
Quem considerar que esta é uma realidade/drama ultrapassados, resolvida/os, deve andar muito distraída!
 
 
 

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Help!


Estou em casa, e não sozinha. Porquê esta explicação prévia?
Calma!
Estou a "ouvir" a discussão entre umas "meninas", segundo parece muito bem informadas, num programa intitulado Barca do Inferno. Num exercício vocal que deve ter como única finalidade avaliar qual delas consegue um agudo maior, cada uma grita mais alto do que a vizinha do lado numa tentativa de explicar qualquer coisa. O quê? Não faço ideia!
 
 
Fonte: Google
  
Mas temos que ser sujeitos a isto? Sei que há uma coisa chamada comando que tem uma função destinada a desligar o televisor, mas já agora quero ver onde, e como acaba, esta "sessão" de esclarecimento.
E agora a explicação prometida. Se estivesse sozinha talvez já tivesse usado o dito comando, e daí não sei: ouvir estas tristes almas só esclarece, pelo menos a "qualidade", a clarividência, das ditas...