domingo, 29 de março de 2015

A Imortalidade feita peosia!

Herberto Helder, o Poeta, talvez um dos Poetas maiores, partiu.


 
Partiu, apenas, porque os Grandes não morrem.
Num silêncio apaziguado, ouço-o. Ouço a vida que tão delicadamente diz. Ouço, quase "palpo", a delicadeza da sensibilidade só apanágio dos grandes. Bebo as palavras, uma a uma, sôfrega.
E por fim, o silêncio que se instala fica prenhe de magia.
 

domingo, 22 de março de 2015

Inquietações, dúvidas, medos.


Algum de vós já leu este ensaio da autoria de Miguel Real? Trata desse problema imenso que é a eutanásia, aqui denominada "morte livre".
Apenas folheei, meramente ao acaso, uma página aqui, outra ali, logo ainda não tenho opinião formada.


No início da contra capa pode ler-se: "A eutanásia deve legal e moralmente obedecer a princípios racionais (liberdade e dignidade humanas) e assentar no principio ético da bondade activa (o princípio da compaixão como prática racional do bem)"
 
 
Inquietam-me as consequências que uma legalização poderia acarretar.
Duvido da bondade da intenção de alguns que decidissem pelo próprio.
Temo pelo que seria (muito provavelmente) feito a coberto da dita "compaixão".   
 
Estamos perante um tema demasiadamente sério onde os conceitos podem constituir uma armadilha. 
Um livro que  me (nos)  faz, de certeza, pensar.

Fica o convite de leitura para todos aqueles que se interessarem por esta problemática.


quarta-feira, 18 de março de 2015

Porque hoje é dia de festa...


... porque a partilha faz parte da minha forma de estar na vida.
Porque partilhar aquilo que nos alegra  é tão pertinente como partilhar aquilo que nos entristece, nos angustia, nos faz questionar sobre a bondade do Homem, a "pertinência" da guerra, a fome que não acaba, muito antes pelo contrário, a injustiça, seja ela qual for, por tudo isto aqui fica a partilha de um dia que sei ser feliz para uma Amiga que muito prezo.
Por isso para ti, os meus parabéns pela celebração de mais um ano de vida, e que ano, meu Deus!


 
Que Deus te proteja, te ajude a concretizar sonhos e projectos, os que já estão em curso e todos aqueles que forem surgindo ao longo da vida.
Que Deus abençoe o teu já imenso colo, um colo sempre pronto a receber mais uma dádiva de Deus, um colo ninho do amor verdadeiro, aquele que mais prezo: o amor de Mãe.
 
Aqui fica a minha singela prendinha. A qualidade do vídeo não é famosa, mas faço questão de to dedicar.

Parabéns, Amiga!



sábado, 14 de março de 2015

Ai, Barcelona, quanta saudade!

Ora façam o favor de alimentar a alma...
... de beleza. de sonho, de magia, de encantamento.

Vejam.
Vejam e deliciem-se.



Que Homens eram aqueles capazes de criar tanta beleza? De onde lhes vinha tanta sensibilidade e bom gosto?
Quem visitar Barcelona com olhos de ver, aqueles que não se limitam - satisfazem? - apenas a "olhar", descobrem, a cada passo, uma prova inequívoca dos Homens cultos e requintados que viveram na época de Gaudi, entre outros. 
Uma cidade mágica onde não me importava de viver, aliás, onde gostaria imenso de viver.
 



Continuação de bom fim-de-semana
 para todos. 
 


quarta-feira, 4 de março de 2015

Pobreza, a vergonha que devia ser de todos nós.

Numa visita ao blog "carpe diem to me" deparo-me com este vídeo.
Não conhecia, só que a causa que levou Zlatan Ibrahimovic a tatuar o seu corpo não podia ser mais nobre.
 


805 milhões de pessoas com fome é qualquer coisa que nos devia envergonhar, mas a todos.
Tendencialmente a responsabilidade desta calamidade é sempre de um "outro", "outro" que não nós, logo podemos dormir tranquilos. É qualquer coisa abstrata que não nos diz respeito, mas é aí que reside o engano.
A responsabilidade pode não ser nossa, mas a obrigação de contribuir para minimizar a tragédia é de todos nós, e uma das formas é divulga-la.
Partindo deste principio, são acções como esta, iniciativas aparentemente simples, que podem fazer a diferença, "pedradas no charco" que talvez ajudem a acordar consciências de todos aqueles que andam distraídos.

Convido-vos a visitar o site que contem toda a informação relativa a esta tragédia. (aqui).

Verão que vale a pena.
Mas mais do que "valer a pena" ver,  o importante é: 

AJUDAR.

Vamos a isto?!

 
 

domingo, 1 de março de 2015

Alguém que me explique, mas devagarinho,...

... muito devagarinho porque sou muito estúpida.

Vários são os que se têm manifestado, junto ao estabelecimento prisional de Évora, numa acção de solidariedade(?) contra à prisão injusta - na perspectiva dos mesmos -, do Sr. Eng. José Sócrates.
Até aqui nada de especial, é um direito que lhes assiste, ponto.

O que me espanta, o que me causa uma imensa estranheza, o que não entendo, mas não entendo mesmo, é qual a razão que leva estas pessoas a fazerem-se acompanhar de cravos vermelhos, que empunham orgulhosamente, enquanto entoam o "Grândola, vila morena".

 
Qual a relação entre uma coisa e outra?
Alguém que me explique, por favor.
 
O cartaz? Bem, outro direito que assiste a quem o escreve e subscreve.
  


 
 Desculpa, Zeca, desculpa!