segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Quando um inocente ganha a batalha...

... resta-nos agradecer a Deus!


 
A todos vós os que por aqui passaram durante este período de ausência, que se aperceberam que havia um guerreiro pequenino que se debatia numa luta desigual com a doença que teimava em não o deixar, a todos vós faço questão de dar a boa nova porque todos orámos/esperámos cheios de esperança: o nosso pequenininho ganhou a batalha.
 
Graças a Deus está a recuperar bem, no colo abençoado e doce de sua Mãe, o melhor colo que alguma criança pode ter.
 
Há momentos, fracções de segundos em que acreditamos, sentimos quase que de forma física que algo de transcendente, algo que nos ultrapassa, vai acontecer.
Vivi essa experiência na primeira pessoa, e aconteceu o milagre.
 
Um grande obrigada a todos, Amigos.
 

33 comentários:

  1. Um enorme sorriso,as palavras não são necessárias!

    Abraço grande para ti, não mudes e felicidades felicidades para o Pequenitos e família.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens razão, um sorriso de alegria pode valer por mil palavras.

      Porque sei seres sincero nesse regozijo, um grande obrigada.

      Abraço grande.

      Eliminar
  2. Glória a Deus !
    Que boa notícia,GL !!!


    Um beijo grande.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo, glória a Deus!
      Um sufoco, um susto, graças a Ele ultrapassado.
      Obrigada, João, meu Amigo.

      Beijinho,

      Eliminar
  3. Um enorme abraço de satisfação e não consigo dizer mais nada. Força para todos e que o pequeno guerreiro continue sempre em frente!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelas palavras, não ditas mas adivinhadas. Já te conheço o suficiente para conseguir esse "milagre".
      Deus te ouça! Tenho fé que o nosso pequenino guerreiro vai seguir, crescer, agora poupado a problemas graves.

      Beijinho.

      Eliminar
  4. Que bom, GL!! Suspiro de alívio! O perigo já passou, que bom!
    Deus seja louvado! A fé é que nos salva!
    Beijinho. GL!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Graças a Deus o pior já passou, mas que foi um susto enorme, isso foi.

      Um beijinho, Sandra, e obrigada.

      Eliminar
  5. Naturalmente feliz pelo que de bom está a acontecer, deixo-te um beijinho, mulher solidária.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Observador.
      Quem é que não é solidária quando é a vida de um bebé, tão pequenino e indefeso que está em risco?!

      Beijinho.

      Eliminar
  6. Que bela notícia!!! Fico muito feliz por saber :) Força!!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Carpe!
      Desse lado só vêm forças positivas, daquelas que sentimos ser de esperança e força.:)

      Beijinho.

      Eliminar
  7. ~~~
    ~ Estava muito longe de imaginar quem era a desesperada protagonista.

    ~ Fico muito confortada por saber que tudo acabou bem.

    ~~~ Grande abraço solidário, MJ. ~~~
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  8. Um grande obrigada, Majo.

    Beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deveria ter dito, uma das protagonistas...

      Tudo de melhor para o bebé.

      ~~~~ Beijinhos amigos.~~~~
      ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

      Eliminar
  9. Há momentos que nos transcendem
    Que corra tudo bem!
    <3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Boop,
      Graças a Deus o pior está ultrapassado.:)

      Beijinho.

      Eliminar
  10. Com duas mães, o miúdo não tarda está rijo.
    Abraço apertado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah, pois!:))
      Malandro, é o que ele é.:)

      Beijinho

      Eliminar
  11. Fico muito feliz por mais uma vitória desse guerreiro!
    Tudo de bom e bj amigo

    ResponderEliminar
  12. Passei em modo mais ou menos silencioso - porque existem momentos em que convém fazer o menos de barulho possível - para lhe deixar um beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sensivel como sempre, Maria!
      É bom "vê-la" por aqui nesse partilhar de momentos menos bons.
      Beijinho.

      Eliminar
  13. Olá GL
    Geralmente é em momentos de aflição que nos lembramos que ELE existe, mas ELE está lá sempre para uma boa conversa e para nos confortar quando necessário.
    É preciso acreditar. E as Mães acreditam sempre, somos sempre as últimas a perder a esperança..:-)))
    Graças a Deus que esse menino recuperou, que cresça forte e saudavel para alegria de todos os que o amam.
    Obrigada pela tua visita e pelos parabens..:-)))
    Beijinho grande
    Teresa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens razão, Teresa, regra geral é assim.

      Obrigada pelos teus votos. Graças a Ele está a correr tudo bem com o nosso Guerreiro. :)

      Beijinho.

      Eliminar