sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Meninos/Homens/Bênçãos

Há meninos que, para nós, nunca crescem.
Meninos, hoje, Homens. Homens que nos enchem o coração de alegria, de orgulho nas pessoas fantásticas em que se tornaram.
Só em termos profissionais? Não! Fundamentalmente enquanto Pessoas completas, integras, pessoas que são tão bonitas por fora como por dentro. E é precisamente esse lado, a verticalidade de carácter, a honestidade, o saber ser amigo do seu amigo, o olhar o Outro sempre em linha recta, olhos nos olhos, nunca de cima para baixo, essa humildade tão genuína, tão autêntica que faz dele a pessoa maravilhosa que é. 

A quem me refiro? Alguns de vós já o conhece. Sim, trata-se do meu menino de ouro: Filipe Portugal.

E ficam algumas fotografias do bailado que dança presentemente: a Messa da Requiem, de Verdi.

Acho as fotografias maravilhosas - claro, sou suspeita!... - daí a partilha.





Fonte: http://www.opernhaus.ch/en/activity/detail/messa-da-requiem-03-12-2016-18517/#PhotoSwipe1481305275798



E o Requiem, a música belíssima.

8 comentários:

  1. Confesso a minha ignorância: não sei quem é Filipe de Portugal, the dancer.
    Beijinho, GL.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai não?! Ah!:):)
      Passo a esclarecer.:)
      Filipe Portugal, o tal "menino" que pertence ao grupo dos meus meninos de ouro - sim, tenho outros! -, é bailarino. Começou a sua carreira em Portugal, na Companhia Nacional de Bailado. Em 2002, e a convite, ingressa como solista no Ballet de Zurique, onde permanece.
      Em síntese, é isto. :)
      Contente?!...

      Beijinho.

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Mas é mesmo!:) Acompanhar o percurso de Filipe Portugal tem sido, não só extremamente gratificante, como me tem dado uma imensa alegria.:):)

      Beijinho

      Eliminar
  3. A GL saberá, ou não, que bailado é uma das minhas paixões, só que desconheço o trabalho deste bailarino. Talvez seja falha minha, ou talvez a divulgação não seja das melhores. Não sei.

    Tenha um óptimo sábado, sempre na companhia de quem sabe e bem dominar este mundo da dança, da música... Resumindo, aquilo que nos deixa respirar muito melhor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sabia, não, caríssima Maria!:) Que tinha muito bom gosto sim, mas não mais do que isso!:)
      Então, e depois de ler a resposta que dei ao Observador - se assim o entender, Maria, mas que é isto?!... - o que lhe dá alguma informação sobre o meu menino, deixo-lhe também o link que lhe oferecerá uma informação completa.
      https://www.opernhaus.ch/en/ensemble/ballett-zuerich/

      Parece que estou a ensinar o "padre nosso ao vigário"? Pois parece, mas que havemos de fazer?!

      O Filipe também já começou a trabalhar como coreógrafo, felizmente com muito sucesso.:):)

      Vaidosa, eu? Não, nem pensar!:):):)

      Boa semana, Maria.

      Eliminar
  4. Gl,

    Se eu deixar somente um abraço bem apertado de coração, para ti e para o Filipe, entendes?

    Outro abraço para ti

    ( gostei do requiem...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não só entendo, como agradeço, como fico muito feliz, como retribuo.:)
      Haverá maior manifestação de afecto do que o abraço apertado, aquele em que parece sermos "engolidos" por uma imensa Amizade/Partilha/Comunhão?!:):)

      É lindíssimo, este requiem, logo...? Logo só podias ter gostado!:)

      Boa semana, preferencialmente com boa disposição.

      Eliminar